Mapa do Site    |    Pesquisa
| CET
topo

alt   alt

 

No sentido de incrementar uma prática regular de investigação na área dos estudos de teatro, abriu as portas em 1994 aquele que é hoje um dos mais importantes pólos dinamizadores de projectos nesse domínio, promovendo uma ampla divulgação do saber que vai sendo adquirido na área: o Centro de Estudos de Teatro (CET), cujo director científico é, actualmente, Fernando Guerreiro.

O CET foi criado pelo professor Osório Mateus para funcionar como palco privilegiado de actividades de investigação cientifica e formação de investigadores e como porta aberta ao debate de ideias, ao confronto da teoria com a prática e ao desenvolvimento de um dinâmico e produtivo trabalho de grupo que fomentasse um maior conhecimento do teatro em Portugal. Está sediado na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), mas integra também investigadores e colaboradores de outras universidades e escolas do país (Universidades do Porto, Algarve e Aberta, Escola Superior de Educação de Lisboa, ensino secundário), estudantes de doutoramento, investigadores de pós-doutoramento e profissionais de teatro.

A investigação histórica e sociológica e a recolha e fixação dos materiais, que permitem o estudo não apenas do teatro português, mas do teatro produzido e apresentado em Portugal, têm sido os campos privilegiados pelo Centro de Estudos de Teatro, através do desenvolvimento dos programas CETbase – Base de Dados sobre o Teatro em Portugal, OPSIS – Base de Dados Iconográfica de Teatro, HTP online – História do Teatro em Portugal online e TESOURO – Edição crítica de textos de teatro dos séculos XVI a XIX.

Nos últimos anos, o trabalho de publicação tem assumido igual preponderência no Centro não só por ser transversal aos diferentes programas de investigação, mas também por permitir divulgar de forma sistemática a actividade desenvolvida pelos investigadores.

Para lá desta vertente de investigação, o CET funciona em estreita ligação com o Programa de Pós-Graduação em Estudos de Teatro (mestrado, doutoramento e pós-doutoramento) da FLUL, no âmbito do qual alguns dos seus investigadores exercem a docência e orientam teses e projectos.

De forma a divulgar as suas actividades, mas também a cumprir o propósito de aumentar o interesse pelo teatro, o CET organiza com regularidade encontros científicos, acolhe especialistas nacionais e estrangeiros e intervém no campo artístico e junto de escolas e outros organismos ligados ao ensino e à prática teatral.

O trabalho desenvolvido pelo CET distingue-se por privilegiar a exploração das virtualidades das novas tecnologias, de modo a disponibilizar de forma rápida e acessível, a um público mais vasto, documentos que permitem fazer a história do teatro em Portugal.

É ainda de realçar que o CET foi responsável pela conservação do Arquivo doado por Osório Mateus à Faculdade de Letras – um importante acervo documental para os Estudos de Teatro, cujo catálogo está disponível online nas páginas da Biblioteca da FLUL e do CET; permitindo, ainda, a consulta de cópias digitais da maior parte das peças dos séculos XVIII e XIX. Em Teatro histórico do séc. XIX na Colecção Osório Mateus, disponibiliza-se uma amostra do teatro histórico existente na colecção.

 

Programas de investigação
Os programas de investigação, delineados aquando da sua constituição, são um dos eixos principais do Centro de Estudos de Teatro e é nesse âmbito que se vêm desenvolvendo projectos – financiados ou não pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) – que visam contribuir para o aumento do conhecimento da história do teatro em Portugal, quer através da recolha e tratamento de informação, documentação ou imagens, quer através do seu estudo segundo perspectivas muito diversas.

A divulgação do resultado dos trabalhos, nomeadamente através da disponibilização na Internet, assegura uma mais rápida (e democrática) repercussão cultural e artística das questões que investiga.
Tratando-se de uma investigação que possui uma forte dimensão histórica e documental, já que assenta no pressuposto de que o estudo e a problematização têm de ser desenvolvidos sobre sólidas fundações documentais, dela tem decorrido trabalho que pela sua incidência crítica e teórica acompanha as actuais orientações dos estudos de teatro.

Parte importante dessa investigação e muitas das iniciativas públicas promovidas pelo CET visam criar as condições para interpelar o teatro de forma crítica, prosseguindo entre nós o debate de temas candentes no plano nacional e internacional, mas lançando também novas propostas de reflexão quer no plano teórico mais vasto (atravessando outras artes e cruzando diferentes saberes e métodos disciplinares), quer em relação à prática teatral de artistas e companhias de teatro portuguesas, cuja actuação procura também enquadrar numa perspectiva internacional.

Algumas das interrogações que têm sido colocadas a plateias portuguesas e estrangeiras e que partem da investigação que no Centro se vai activando, reportam-se a questões temáticas como a relação entre ficções dramatúrgicas e cenográficas, a violência em cena, o confronto entre corpos em palco e práticas cénicas, problemas e desafios relativos à edição de teatro, a representação da figura humana nas várias artes (teatro, pintura, cinema, etc.), a especificidade da tradução em teatro, a recriação artística em Portugal de importantes universos dramatúrgicos (de Gil Vicente, William Shakespeare, Corneille, Harold Pinter, Pier Paolo Pasolini, entre outros).

Como colaboradores privilegiados em muitas destas iniciativas, o Centro tem acolhido investigadores estrangeiros – em projectos exclusivos ou em parcerias várias como é o caso da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro ou de outros Centros de Investigação da FLUL – como Beatrice Picon-Vallin, Georges Banu, Patrice Pavis, Erika Fischer-Lichte, Marvin Carlson, Christopher Murray, Frank Gillen, Mark Taylor-Batty, Dennis Kennedy, W. B. Worthen, Aleks Sierz, Don Rubin, Ian Herbert, Nikolai Pesochisnky, Manabu Noda, Jean Pierre Wurtz, Luigi Giuliani, Burghard Dedner, Mercedes de Los Reyes Peña, Maria Helena Werneck e Luis Fernando Ramos, entre muitos outros.

 

CETbase
A CETbase é um sistema de informação sobre teatro em Portugal concebido de raiz pelo Centro de Estudos de Teatro. Tem como pólo privilegiado a unidade «Espectáculo» e é em função deste que se anotam as informações relativas a todos os elementos ou realidades que com ele se relacionem, tais como pessoas, companhias, festivais, locais de apresentação, textos, etc.

Os registos da CETbase referem-se mais sistemática e aprofundadamente ao teatro profissional produzido em Portugal nos séculos XX e XXI, embora se incluam registos relativos a outros tipos de colectivos (semi-profissionais, de amadores, universitários, escolares, etc.) e a tempos anteriores ao século XX.

No menu principal da CETbase, na janela pesquisar (em scroll down), existem sete (7) itens de pesquisa: Espectáculos, Pessoas, Instituições (companhias, empresas ou organismos diversos), Textos, Espaços, Eventos e Thesaurus. Este é um índice que se reporta às designações usadas em teatro para referir actividades e realidades que nele participam.

Em 2014 regista cerca de 24 600 espectáculos, anota a participação de cerca de 46 400 pessoas (entre autores, artistas e técnicos) e recenseia a utilização de mais de 3 350 lugares de representação, entre os muitos dados que recolhe e organiza.

[Coordenação científica: Maria Helena Serôdio | Engenharia de software de Tiago Certal | Investigadores: Cláudia Oliveira, Marta Brites Rosa, Rui Pina Coelho, Diana Dionísio; Joana D'Eça Leal, Eunice Azevedo e Andreia Brito | Teve colaborações pontuais de Bruno Schiappa, Carlos Gouveia, Clara Riso, Conceição Santos, Henrique Burzstin, Lurdes Patrício, Marta Carreiras, Pablo Fernando, Teresa André, Teresa Faria e Viktor van der Bent | Endereço electrónico: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ]

 

OPSIS- Base iconográfica de Teatro
O projecto OPSIS – Base iconográfica de Teatro visa recolher, identificar e estudar um conjunto de imagens relacionáveis com o teatro produzido em Portugal. Pretende construir uma base de dados onde as imagens, devidamente descritas, surgem acompanhadas de informação relevante para a história do teatro em Portugal. Com as reservas inerentes a este tipo de material, a base está acessível à consulta na internet e em CD-rom por todos os estudiosos de teatro, nacionais e estrangeiros, que poderão a partir dela desenvolver os seus próprios estudos. Mas o objectivo último da sua construção reside no conhecimento que permitirá obter da realidade teatral e artística portuguesa graças ao estudo de imagens pertencentes a diversas tipologias - ilustrações de livros, imagens de representações, retratos de artistas, imagens de edifícios de teatro, cenografia, figurinos, memorabilia, etc. – que está a ser realizado pelos investigadores associados ao projecto.

Será também uma oportunidade para aproximar os estudos de teatro em Portugal de disciplinas como a História de Arte, a Arquitectura, a Fotografia e de permitir formação avançada através das relações que procura estabelecer entre artes visuais, estudos culturais e estudos de teatro.

[Coordenação científica: Maria João Brilhante | Investigadores: Daniel Rosa, Filipe Figueiredo, João Nuno Sales Machado, Maria Helena Serôdio, Maria Virgílio Lopes, Paula Magalhães, Vera Leitão]

 

HTP online – História do Teatro em Portugal online
A História do Teatro em Portugal online é um projecto-piloto para apresentação de fontes que visa a construção de uma base documental disponível na Internet. Este projecto permite a pesquisa livre através de documentos de época, devidamente transcritos (em versão diplomática e moderna), mas também a recolha de informação tratada em forma de verbetes de dicionário. Torna ainda possível reunir uma grande quantidade de dados relativos a artistas, repertórios, espaços, instituições, terminologia, géneros, legislação, bem como cruzá-los através de ligações que não só disponibilizam textos de apresentação (para o pesquisador que pretende obter uma síntese informativa e sugestões para outras pesquisas), mas também os documentos – sempre que possível os originais – para serem lidos por investigadores mais especializados.

Poderíamos definir este projecto como o estudo e a construção de um motor de pesquisa para a construção de História(s) do Teatro à medida de cada utilizador, com a vantagem de poder estar em actualização contínua.

É previsível a construção simultânea de uma interface que relacione esta com bases de dados já existentes (como a CETbase), ou outras a construir, o que colocaria em rede acervos por vezes de precária ou difícil acesso.

[Coordenação científica: José Camões; Investigadores: Filipa Freitas, Maria João Almeida, Rita Martins e Bruno Henriques]

 

TESOURO
O programa TESOURO edita criticamente textos de autores portugueses de teatro dos séculos XVI a XIX, preparando-os para dois suportes: um electrónico, alojado na página Internet do Centro de Estudos de Teatro, e outro em papel, em vários volumes publicados em parceria com a IN-CM, mediante um protocolo estabelecido em 2002. Para além da obra de autores mais divulgados, o projecto procura dar a conhecer textos de autores portugueses que têm ficado esquecidos em bibliotecas e arquivos e outros, poucos, que conheceram apenas publicação esporádica e que é necessário fixar numa edição elaborada à luz de rigorosos critérios de crítica textual.

Foi concebida uma aplicação informática de modo a dotar o utilizador de uma agilidade de movimentação pelos conteúdos, facilitando o acesso à leitura dos textos e à confrontação automática com os fac-símiles e, no caso dos textos com mais do que uma versão, entre as diferentes lições. Para além da sua imediata contextualização, o dispositivo permite, ainda, a consulta dos diversos índices temáticos, como antroponímia, toponímia, citações, referências mitológicas, registos paremiológicos, vocabulário, etc., a busca automática simples (por palavra ou expressão), na totalidade das obras ou só numa ou do conjunto que o utilizador quiser reunir, por autor, por século, o acesso a imagens, música e uma exaustiva bibliografia.

Para a edição em papel, desenvolveu-se um sistema informático que permite uma fácil produção de rigorosas edições em livro de qualquer dos textos incluídos nesta aplicação, originalmente objecto de edição electrónica, invertendo o processo habitual de relacionamento entre a impressão e o suporte digital.

O programa TESOURO teve início em 1997, com a preparação do CD Rom Gil Vicente - Todas as Obras, a que se seguiu Teatro de Autores Portugueses do Século XVI, disponível na página da Internet do CET, estando em preparação a edição do Teatro de Autores Portugueses do Século XVII.

[Coordenação científica: José Camões | Investigadores: Helena Reis Silva, Isabel Pinto, Lurdes Patrício] 

 

 Arquivo Osório Mateus
Embora seja agora parte integrante da Biblioteca da Faculdade de Letras, foi ao CET que coube a conservação e manutenção inicial do Arquivo Osório Mateus, que reúne o espólio doado à Faculdade pelo professor e encenador, após a sua morte, em 1996.

A inegável importância das obras e dos materiais nele reunidas tem constituído um importante contributo como auxiliar dos programas de investigação desenvolvidos pelo Centro, como dinamizador dos estudos artísticos na Universidade de Lisboa, que vão da licenciatura ao pós-doutoramento, e como contributo para a construção da história do teatro em Portugal.

O Arquivo reúne um fundo bibliográfico com mais de 15 mil espécies dos séculos XVII ao XXI, que inclui peças e estudos sobre teatro, programas de espectáculos e periódicos de teatro portugueses e estrangeiros e um conjunto importante de imagens de teatro em diferentes suportes (gravura, litografia, fotografia, entre outros).

A raridade de muitas espécies e a diversidade das áreas que abarcam (dramaturgia, crítica, teoria e estética teatral, sociologia do espectáculo, iconografia, história do teatro, antropologia, artes visuais) tornam este acervo um instrumento indispensável para investigadores e artistas, nacionais e estrangeiros, que assiduamente o frequentam.

A informatização do espólio foi feita em 2002, tendo os registos sido incluídos no Catálogo Colectivo do Sistema Integrado das Bibliotecas da Universidade de Lisboa (SIBUL). O Arquivo está igualmente referenciado no site do Centro de Estudos de Teatro, através do qual é possível aceder a um índice bibliográfico e a uma biblioteca digital de teatro (peças dos séculos XVIII e XIX e periódicos do início do séc. XX).

 

Investigadores
O CET tem actualmente um núcleo de cerca de 40 investigadores que desenvolvem estudos em áreas como a história do teatro em Portugal, documentação em teatro, edição de teatro, iconografia teatral, análise e crítica de espectáculos, teatro e educação, tradução de teatro, cultura e dramaturgia (portuguesa, francesa, inglesa, alemã, italiana e espanhola).

Estas investigações têm dado origem a múltiplas edições, traduções, comunicações em congressos ou colóquios e artigos publicados em revistas nacionais e internacionais que versam assuntos tão diversos como a presença do teatro de Pierre Corneille em Portugal na Revue d’Histoire du Théâtre (2006), a produção teatral em Portugal apresentada no balanço bianual incluído no volume Théâtre du Monde, do Institut de Théâtre International (desde 1990, em versão inglesa e francesa), as perspectivas e tendências artísticas do teatro português contemporâneo em números especiais das revistas ADE Teatro, Revista de la Asociación de Directores de Escena de España (1997) e Western European Stages (N.Y., 2006), além das doze entradas que integram a Oxford Encyclopedia of Theatre and Performance (2003).

Por outro lado, a revista Sinais de Cena vem criando, desde o seu primeiro número, espaço para a exposição do trabalho dos investigadores do CET. Na secção «Arquivo Solto» é possível encontrar informação de carácter histórico sobre teatros, companhias, actores ou autores, embora se espalhem, pelas diversas secções, reflexões teóricas e exercícios críticos sobre dramaturgias, espectáculos e criadores contemporâneos.

Do trabalho pessoal dos investigadores e de mestrandos e doutorandos, decorrem ainda publicações que ora disponibilizam, em edições rigorosas, textos inéditos ou indisponíveis que vão integrar o nosso património bibliográfico teatral, como edições de obras de Gil Vicente, Camões, Sá de Miranda e outros autores do século XVI, ora se inscrevem em temáticas contemporâneas dos estudos de teatro e fazem avançar o conhecimento em áreas tão diversas como a análise de recepção (teatro francês e italiano em Portugal, Shakespeare), tradução, iconografia (Rafael Bordalo Pinheiro, Gil Vicente), literatura dramática (Jaime Salazar Sampaio), historiografia (teatros, companhias) ou análise do trabalho de singulares encenadores contemporâneos (Ricardo Pais, Luís Miguel Cintra).

 

Publicações do CET
No âmbito das suas actividades, o CET promove com regularidade a edição de textos, recorrendo a diferentes suportes e formatos. Ao nível da edição em papel, são já várias as publicações promovidas pelo Centro, muitas delas em parceria com editoras ou instituições, como é o caso da Imprensa Nacional – Casa da Moeda ou da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro.

Avultam, entre as edições em livro, textos de teatro, ensaios sobre iconografia, história do teatro português e em Portugal e obras que reúnem comunicações proferidas em congressos e encontros.
Por outro lado, a colaboração com a Associação Portuguesa de Críticos de Teatro tornou possível o lançamento da revista Sinais de Cena, uma publicação semestral, que visa criar um espaço de documentação, debate, análise e avaliação do que se pratica no campo do teatro e outras artes performativas. Nela se problematizam questões como o conceito de performatividade, a cenografia em Portugal, os desafios da crítica teatral, a edição de texto de teatro ou a presença do corpo na prática cénica, através dos quais a investigação é orientada para a criação teatral contemporânea numa perspectiva transnacional.

O CET tem desenvolvido uma política de publicação de trabalhos em suporte digital, quer em CD-Rom quer através da disponibilização online.

Em CD-ROM, merecem destaque as edições Gil Vicente - Todas as Obras, que alia os fac-similes das edições quinhentistas à transcrição de cada um dos autos e a um estudo cuidado e exaustivo das obras, e Teatro histórico do séc. XIX na Colecção Osório Mateus, que apresenta a edição fac-similada de um conjunto de 66 peças, também disponíveis no site do CET.

Esta disponibilização online de textos constitui uma opção a que se pretende dar continuidade por tornar imediatamente acessível o trabalho desenvolvido pelo Centro e pelos seus investigadores. É o que se passa com a publicação imediata das Actas dos encontros científicos que tem organizado.

Destacam-se, neste campo, vários artigos publicados em revistas ou produzidos no âmbito de conferências e colóquios, as poéticas teatrais de Correia Garção e Manuel de Figueiredo, a edição integral de peças dos séculos XVI, XVII e XVIII.

 

Actividades
Para além da sua actividade regular de formação e investigação, o CET tem procurado, desde a sua criação, desenvolver iniciativas que promovam a reflexão e o debate de ideias, convocando para tal a participação de várias personalidades de renome nacional e internacional no âmbito dos estudos de teatro.

A actividade do Centro de Estudos de Teatro expande-se ainda à divulgação do teatro no âmbito da formação e da educação artística, à apresentação de comunicações, à organização ou co-organização de diferentes exposições – O que é o Teatro? (Direcção Geral das Artes, 2008), Vida e obra de Carlo Goldonie Exposição Bibliográfica sobre Goldoni (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Instituto Italiano de Cultura, 2008), Mostra bibliográfica de obras de teatro da colecção Osório Mateus (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2008), Shakespeare entre nós (2005), Osório Mateus: papéis de teatro (Teatro do Bairro Alto,2000) – e à divulgação dos estudos artísticos junto das escolas no Dia Aberto.

 

Eventos organizados pelo CET

Ver Historial

 

Eventos realizados em co-organização com diferentes instituições (Instituto de Cultura Espanhola, Departamento de Estudos Germanísticos, Centro de Estudos Comparatistas, Centro de Estudos Anglísticos, Centro de Estudos Clássicos, Centro de Linguística, Universidade do Algarve, entre outros)
2012 - Colóquio internacional Jean-Jacques Rousseau: o Homem, a Obra, o Pensamento
2010 - Encontro Património Literário e Linguístico: edição electrónica e construção de bases de dados textuais
2009 - Colóquio internacional Percursos de genética teatral: do laboratório de escrita à cena
2008 - Jornadas sobre A Tragédia Grega, recepções e reescritas
2008 - Fifth International Conference of the European Society for Textual Scholarship: Private. Do (not) enter... Personal Writings and Textual Scholarship
2007 - Colóquio Harold Pinter: Encontros
2006 - Encontro A Edição de Teatro
2006 - Colóquio Teatro e Tradução. Palcos de encontro
2000 - Jornadas Comemorativas do IV centenário do nascimento de Calderón de la Barca

 

Parcerias Institucionais
Ao longo dos anos, o CET tem estabelecido com instituições nacionais e internacionais inúmeras parcerias, convénios e protocolos que incrementaram a troca de conhecimentos e projectos específicos.

◦ Associação Portuguesa de Críticos de Teatro
◦ Comissão Nacional para a Comemoração dos Descobrimentos Portugueses
◦ Companhias de Teatro (Teatro Nacional de D. Maria II, Teatro Nacional de São João, Artistas Unidos, O Bando, Teatro da Cornucópia, Comuna – Teatro de Pesquisa, entre muitas outras)
◦ Culturgest
◦ Direcção Geral das Artes
◦ Direcção Geral de Arquivos
◦ Fundação Calouste Gulbenkian – Serviço de Belas Artes
◦ Imprensa Nacional – Casa da Moeda
◦ Instituto Camões
◦ Ministério da Cultura
◦ Museu Nacional do Teatro
◦ Sociedade de Língua Portuguesa
◦ Universidades, institutos politécnicos e escolas profissionais com estudos artísticos

◦ Association Internationale de Critiques de Théâtre / International Association of Theatre Critics
◦ Centro de Documentación de las Artes Escénicas de Andalucia
◦ European Network of Documentation Center for the Performance Art
◦ European Science Foundation
◦ Féderation Internationale pour la Recherche Théâtrale / International Federation for Theatre Research (FIRT / IFTR)
◦ Theater Instituut Nederland
◦ The Performance Translation Centre (Un. Hull)
◦ Universidad de Extremadura
◦ Universidade de S.Paulo
◦ Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
◦ Université Paris X
◦ Universiteit Antwerpen
◦ University of Leeds
◦ University of Warwick