História do Brasil – quotidiano, materialidade e cultura escrita

História do Brasil – quotidiano, materialidade e cultura escrita

03 julho 2018 09:00

3 de julho a 31 de julho

Sessão de 2 horas - das 14h-16h, às terças-feiras e quintas-feiras

São múltiplas as vertentes de análise que continuam a instigar os investigadores no estudo do Brasil numa perspetiva diacrónica. Simultaneamente, também as sociedades hodiernas, independentemente das razões subjacentes e da qualidade de acesso ao conhecimento académico, são também elas constantemente desafiadas a posicionar-se, de forma direta ou indireta, livre ou não de tensões, frente aos processos pretéritos que contribuíram para a definição da(s) sua(s) identidade(s).

Atendendo às linhas definidoras do Plano Estratégico do CH-ULisboa, o presente curso assume, dentro da temática geral que oferecemos, um elenco variado de subtemas, com vista ao questionamento da formação identitária, ao estudo das inter-relações sociais, geográficas e étnicas, à ponderação da cultura material e ao diálogo com as instituições no quadro da realidade quotidiana em diferentes períodos da História do Brasil.

Desafiámos, por isso, especialistas de diversas áreas, de modo a promover, não obstante a heterogeneidade de linhas de pesquisa, um renovado diálogo para o estudo de encontros, heranças, paradoxos e mutações no encontro de diferentes culturas no espaço brasileiro.

Objetivos:
• Promover o estudo da História do Brasil dentro de uma perspetiva multidisciplinar;
• Apelar ao diálogo com fontes de tipologia diversa, tanto em registo formal como em registo informal no tratamento das temáticas em foco, bem como com artefactos de uso quotidiano;
• Estabelecer conexões entre História Social, História da Educação, História das Instituições, História da Cultura e Literatura;
• Inferir sobre a complexidade sociocultural e étnica, nomeadamente no estudo da diversidade ameríndia no território e das dinâmicas das comunidades judaicas, e suas consequências no plano da ocupação e desenvolvimento da América Portuguesa;
• Refletir sobre o impacto do paradigma educacional no quadro das relações interpessoais no período colonial;
• Contactar com testemunhos diversos da cultura material, desde o período colonial, e compreender o seu impacto na (re)construção de identidades;
• Valorizar diversas condições de produção, posse e circulação de artefactos e documentos de uso privado - inclusive entre segmentos desprivilegiados e/ou iletrados da população – com vista ao aprofundamento da história do quotidiano.

Para efectuar a inscrição, o interessado deverá descarregar a ficha de inscrição, proceder ao seu preenchimento e enviá-lo para os seguintes contactos: sa.graduados@letras.ulisboa.pt (C/C centro.his.secretariado@letras.ulisboa.pt) ou, presencialmente, na secretaria da FLUL.

Coordenação Científica: Miguel Corrêa Monteiro e Ana Rita Leitão

Coordenação Geral: José Varandas

Organização: Centro de História da Universidade de Lisboa

Para mais informações: Centro de História da Universidade de Lisboa - Centro.his.secretariado@letras.ulisboa.pt





Formulário para divulgação de iniciativas da FLUL

Aqui encontra o formulário para envio de informação sobre iniciativas de âmbito científico, académico e cultural, para divulgação na Agenda da FLUL.
Solicita-se o envio deste formulário, devidamente preenchido, com a antecedência mínima de uma semana relativamente ao início da atividade.
Email: comunicacao@letras.ulisboa.pt
Nucleo de Relações Externas, FLUL