Cursos 2016/17

Os seminários têm lugar na sala 6/5, excepto o Seminário de Orientação II, na sala 5/2.

911535. Introdução ao Estudo Avançado da Literatura / 913581. Tópicos de Teoria Literária (12ECTS, S1, 4ªf, 15:00-18:00, João R. Figueiredo)

Camões, Sá de Miranda e Frei Luís de Sousa

O curso procurará descrever os três autores referidos no que têm de próprio. A diferença poderá ser estabelecida face à tradição literária, aos géneros cultivados, no interior da obra de um mesmo autor, na rivalidade mais ou menos latente com outros autores, etc. A prática do exercício crítico determinará o que será tido em conta em cada caso, e os participantes tornar-se-ão, gradualmente, hábeis a ponderar as virtudes desta ou daquela interpretação. (Os participantes deverão levar um exemplar de Os Lusíadas para a primeira sessão do seminário.)

 

913582. Tópicos de Teoria Literária (12ECTS, S1, 2ªf, 10:00-13:00, Miguel Tamen)

Aqui e ali

Ir a sítios foi sempre reconhecido como uma dificuldade e como um tópico por  antropólogos e etnólogos.  Também tem uma função em actividades como o turismo e as viagens, sem falar no romance e na filosofia.   No seminário serão lidos por ordem não-cronológica quatro livros muito diferentes que ajudarão a refinar um vocabulário adequado à dificuldade do tópico:  South, de Ernest Shackleton (1919); Tristes Tropiques, de Claude Lévi-Strauss (1955); A Time of Gifts, de Patrick Leigh Fermor (1977); e The Enigma of Arrival, de V. S. Naipaul (1987).

 

913583. Tópicos de Teoria Literária (12ECTS, S1, 3ªf, 15:00-18:00, Fotini Hadjittofi)

O problema da ficção na antiguidade clássica

Ao expulsar os poetas e artistas da sua cidade ideal, terá Platão efectivamente criado o próprio conceito da ficção, mesmo no acto de a condenar? Estaria ele consciente de que se estava a expulsar a si próprio, como autor de diálogos aparentemente fictícios? Será que a sua profunda desconfiança perante a representação artística derivava da sua própria e peculiar visão do mundo, ou tinha precedentes e paralelos na cultura grega? Este seminário incidirá em primeiro lugar sobre as influentes teorias platónicas sobre a ficção (como falsidade e imitação) e, em segundo lugar, sobre as diversas maneiras em que autores posteriores reagiram, reformularam e até usaram essas ideias contra o próprio Platão.

 

913585. Tópicos de Teoria Literária (12ECTS, S2, 3ªf, 15:00-18:00, Hermenegildo Fernandes)

Listas

Interroga-se aqui o conceito e a prática da “lista” através de experiências textuais e iconográficas precisas e historicamente situáveis, recusando-se a priori a ideia de chegar a estabelecer uma gramática universal (autónoma do espaço-tempo) da enumeração. Começa-se por definir um conjunto de semânticas para o conceito de “lista” através de um inventário preciso de possibilidades partindo-se entre outras da lista de listas elaborada por Umberto Eco (La Vertigine della Lista). Exploram-se de seguida algumas dessas possibilidades: a enumeração geracional enquanto história, da Bíblia aos Livros de Linhagens; a enumeração política, das listas de cônsules à seriação da Notitia Dignitatum; a enumeração espacial, dos Itinerários clássicos ao género geográfico árabe e às cartografias; a enumeração do desvio, dos penintenciais a Sade.

 

913584. Tópicos de Teoria Literária (12ECTS, S2, 6ªf, 10:00-13:00, António M. Feijó)

Modernismo e província

“Modernismo” é geralmente associado a cosmopolitismo. Os autores por aquele termo designados muitas vezes têm uma fidelidade local que excede a ênfase internacional da designação. É o caso de Fernando Pessoa e W. B. Yeats, tal como é o caso de José Régio (ou de Teixeira de Pascoaes, se acolhido sob tal designação, e de Agustina Bessa-Luís, discípula dos dois últimos). O seminário analisará, na obra dos autores referidos, e em alguns outros, a natureza de tal tensão.

 

913586. Tópicos de Teoria Literária (12ECTS, S2, seminário intensivo entre 3 e 13 de Abril de 2017, 2ª-6ª, 10:00-13:00, Hans Ulrich Gumbrecht)

Friedrich Hölderlin

Friedrich Hölderlin's work marks a triple point of condensation within Western literary and intellectual history:  his poetry developed an unsurpassed complexity in the semantic and prosodic potential of lyrical forms; his poetological reflections and fragments continue to be a challenge for contemporary thought in literary theory; together with the writings of his friend Hegel, some of  Hölderlin's intuitions laid the ground for the emergence of the so-called "historical world view" around 1800. Each of the ten sessions of this seminar will focus on one of Hölderlin's lyrical or philosophical texts in English translation [making available the originals for those participants who have an advanced reading competence in the German language]. A renewed aesthetic and philosophical appreciation of Hölderlin's work, between its historical context and our present-day situation, will be the vanishing point of our joint discussions and of our individual work.   Full syllabus here.

 

911583. Seminário de Orientação I (12/30ECTS, S1, 6ª, 10:00-13:00, Miguel Tamen)

Projectos de Tese

Este seminário será organizado a partir da discussão de exposições orais dos participantes. As exposições ocupar-se-ão, de uma forma preliminar, de tópicos que os participantes se proponham desenvolver nas suas dissertações. As discussões visarão a modificação desses tópicos. O objectivo final do seminário é a produção, por parte dos participantes, de um resumo escrito e pormenorizado, das suas futuras dissertações.   Este ano o seminário funcionará em duas turmas.  Numa primeira sessão plenária, os alunos serão distribuídos pelas turmas.

 

911594. Seminário de Orientação II (6ECTS, 5 a 9 de Junho de 2017, programa a anunciar, Miguel Tamen)

Colóquios de tese: As Teses da Teoria
Neste seminário, os participantes (ocupados já com a elaboração das suas teses), apresentam os resultados do seu trabalho num ciclo de conferências públicas.