alunos internacionais

Os estudantes internacionais que pretendam candidatar-se aos cursos de Licenciatura (1º Ciclo) da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa têm vagas e critérios próprios de acesso, fixados anualmente.

O Concurso para Estudantes Internacionais decorre ao abrigo do Decreto-Lei nº 36/2014, de 10 de Março, que aprovou o Estatuto do Estudante Internacional (EEI) e do Despacho n.º 8175-B/2014, de 23 de Junho, que aprovou o Regulamento de Ingresso e Acesso para Estudantes Internacionais da Universidade de Lisboa, republicado pelo Despacho n.º 8295/2015, de 29 de Julho.

Estatuto do Estudante Internacional »

Regulamento de Ingresso e Acesso para Estudantes Internacionais da Universidade de Lisboa »

Despacho da Faculdade de Letras com condições de acesso e critérios de seriação para 2018 »

 

Consulte aqui a lista dos candidatos colocados na 2ª fase do Concurso Especial de Acesso e Ingresso para Estudantes Internacionais para o ano letivo de 2018/2019 »
Consulte aqui a lista dos candidatos Não colocados na 2ª fase do Concurso Especial de Acesso e Ingresso para Estudantes Internacionais para o ano letivo de 2018/2019 »

 

Para formalizarem a matrícula (entre os dias 17 e 27 de Julho) devem contactar: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Consulte aqui a lista dos candidatos colocados na 1ª fase do Concurso Especial de Acesso e Ingresso para Estudantes Internacionais para o ano letivo de 2018/2019 »

Lista Adicional (1ª Fase) »

 

 

  

Condições de Acesso e Ingresso

Requisitos de admissão para estudantes internacionais:

 

Podem candidatar-se à matrícula e inscrição no 1.º ciclo de estudos de licenciatura da FLUL estudantes que:

a) não tenham nacionalidade portuguesa nem de outro país da União Europeia, que não residam legalmente em Portugal há mais de 2 anos, e que pretendam ingressar num curso de 1º ciclo  - Licenciatura - da FLUL (Atenção: no caso de ter duas ou mais nacionalidades e uma delas corresponder à nacionalidade de um Estado-Membro, incluindo Portugal, não pode candidatar-se a este concurso!);

b) sejam titulares de uma qualificação/diploma que, no país em que foi obtida, lhes confira o direito de candidatura e ingresso no ensino superior desse país;

 

 Os estudantes internacionais devem, ainda, cumulativamente, demonstrar:

a) ter qualificação académica nas áreas do saber requeridas para o ciclo de estudos a que se candidatam, nos termos definidos do art.º 4º do Despacho n.º 8295-B/2015 de 29 de Julho;

b) ter um nível de conhecimento da língua portuguesa B2, de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas;

i) Os candidatos internacionais que possuam apenas o nível B1 ou um DEPLE (Diploma Elementar de Língua Estrangeira) podem candidatar-se desde que se comprometam a frequentar um curso anual de Língua e Cultura Portuguesa, ou;

ii) Submeter-se a uma prova de língua e cultura portuguesa a realizar na FLUL (primeira fase: primeira semana de abril; segunda fase: última semana de junho)

 

São aceites as candidaturas de estudantes brasileiros que fizeram o ENEM nos 3 anos anteriores à candidatura (2017, 2016 ou 2015) e que tenham diploma de Ensino Médio.

São igualmente aceites as candidaturas de estudantes chineses que tenham concluído o ensino secundário e feito o Gaokao ou Liankao nos 3 anos anteriores à candidatura (2017, 2016 ou 2015).

 

 

 
 
Endereços com informação útil para estudantes internacionais: