Academia da diversidade

A base da união da Europa é a diversidade, histórica, geográfica, económica, étnica e cultural. Esta situação paradoxal resiste até agora a todas as provas.

A diversidade cultural na Universidade de Lisboa tem raízes profundas. Os programas de ensino incluem as mais variadas línguas e culturas, europeias, americanas, africanas e asiáticas.

Entre as línguas e culturas europeias destacamos as línguas eslavas. O mundo eslavo continua relativamente pouco conhecido por causa de várias cortinas que existiram ao longo dos anos, cortinas essas ideológicas, económicas, religiosas, políticas, psicológicas que causaram a criação de mais uma cortina, a dos estereótipos, das ideias feitas, dos lugares comuns.

Dando abrigo desde há muitos anos a vários cursos de línguas e culturas eslavas, a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa tem contribuído para o desaparecimento desta última cortina. Ao longo do tempo, criaram-se relações de amizade e colaboração entre a Faculdade e as Embaixadas dos países eslavos em Lisboa.

A política da Faculdade de Letras sustenta o ensino de seis línguas eslavas através do Centro de Línguas e Culturas Eslavas. O Leitorado de Língua Russa é o mais antigo, aberto em 1975. Seguem-se os Leitorados de Língua Polaca, aberto em 1979, e o de Língua Búlgara, existente desde 1985. O Centro oferece entre seis a oito níveis de ensino de línguas eslavas, bem como outras unidades curriculares, tais como Introdução à Linguística Eslava e Literaturas Eslavas. Todos os leitores são nativos, tendo uma experiência sólida no ensino das respetivas línguas maternas como língua estrangeira.

Como tem acontecido até agora, também no ano letivo 2017/ 2018, os estudantes da Faculdade de Letras e o público em geral têm a possibilidade de escolher uma língua eslava de entre as seis disponíveis, nomeadamente búlgaro, checo, croata, esloveno, polaco, russo, que funcionam em regime de curso livre e de cadeira de opção.

As inscrições nos cursos livres decorrem entre 13 e 29 de setembro. Os cursos são gratuitos (sendo apenas cobrada uma taxa de inscrição).

A Faculdade de Letras, uma verdadeira Academia da diversidade, oferece aos seus alunos mais um ano de aventura e de exploração do mundo eslavo, rico em culturas variadas que proporcionam conhecimentos importantes, mas também vivências e partilhas agradáveis, muitas vezes inesperadas.

 

Mais informações »

 

Texto: Zlatka Timenova, FLUL- Centro de Línguas e Culturas Eslavas da FLUL

Informação Urgente - Licenciatura Estudos Gerais e Artes e Humanidades

Solicita-se a todos os alunos das Licenciaturas em Estudos Gerais e Artes e Humanidades, o favor de consultarem as seguintes informações: 

Informação para alunos de 2º e 3º anos >> Artes e Humanidades >> Estudos Gerais 

Informação para alunos de 1º ano, 1ª vez >> Artes e Humanidades >> Estudos Gerais 

Horários Estudos Gerais 2017-2018 | Escolas >> 

A oferta pós-graduada da FLUL para 2017/2018

newsletterDecorre atualmente o período de candidaturas a cursos de Mestrado, Doutoramento e Pós-graduação da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Com uma diversidade traduzida em cerca de 50 Cursos, organizados dentro de quatro grandes áreas – Ciências da Linguagem, Filosofia, História e Línguas, Literaturas e Culturas - a Faculdade de Letras prepara-se para, em 2017-2018, abrir 24 novas edições de cursos de Mestrado, 18 novas edições de cursos de Doutoramento, 1 Doutoramento FCT e 7 Pós-graduações.

Com todos os cursos acreditados pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES), alguns programas são desenvolvidos em parceria/associação com Escolas de referência nacional e internacional. A FLUL conta, ainda, com um corpo docente altamente qualificado, com estreita ligação à investigação científica através dos seus 10 Centros de Investigação e de uma Cátedra, num ambiente de aprendizagem inovador, multicultural e comprometido com os mais elevados padrões de exigência e de qualidade. Nos últimos anos a procura de cursos de 2º e 3º Ciclo da FLUL tem vindo a aumentar, não só ao nível nacional, mas também internacional, contando, em 2016/2017, com 1079 alunos inscritos em cursos de Mestrado, Doutoramento e Pós-graduação, dos quais 262 são alunos estrangeiros. A internacionalização tem-se refletido ainda na investigação produzida pela Faculdade. Em 2016, do número total de investigadores dos Centros de Investigação da FLUL, 21% eram de nacionalidade estrangeira.

Orientada para a empregabilidade e para a inserção dos estudantes no mercado de trabalho, a FLUL tem estruturado os seus cursos nesse sentido, permitindo, em grande parte da sua oferta, a opção entre a realização de uma tese de investigação ou a realização de um estágio curricular que culmina com a elaboração e defesa de um relatório de estágio. Para quem ambiciona construir um percurso académico de sucesso e com potencial diferenciador no mercado de trabalho, a oferta da Faculdade permite ainda aproveitar uma das muitas oportunidades de mobilidade académica, através de programas internacionais de intercâmbio, de Co-tutela ou dupla titulação.

Para quem pretende continuar o seu percurso académico investindo na sua carreira profissional, tem aqui uma oportunidade!

Fonte: Divisão de Serviços Académicos e Núcleo de Projetos e Candidaturas
Texto: Divisão de Relações Externas

Curso de Atualização em Língua Portuguesa C para Intérpretes de Conferência

Na sequência do êxito da primeira edição, em janeiro de 2016, a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Programa em Tradução e Interpretação, com a colaboração do Centro de Línguas), em articulação com a Associação para o Desenvolvimento da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, organiza o 2° Curso de atualização em língua portuguesa C para intérpretes de conferência, que decorrerá em julho de 2016.

Datas previstas: 11 a 22 de julho de 2016

Total de horas de contacto: 60 horas

Número de formandos: 14 formandos

Data limite de inscrição: 31 de maio de 2016

Para mais informações, clique aqui »

 

Reestruturação do Mestrado em Arqueologia

not mestradoarqO Mestrado em Arqueologia da Faculdade de Letras foi, recentemente, reestruturado. Este curso de 2.º ciclo apresenta, já no ano letivo de 2015/ 2016, uma renovação do plano curricular, a qual pretende ampliar a componente prática de trabalho de campo e diversificar a oferta curricular, procurando corresponder a uma crescente exigência da atividade arqueológica. A par desta reestruturação, o corpo docente foi, igualmente, ampliado, integrando novos docentes e colaboradores.

O Mestrado em Arqueologia da Faculdade de Letras de Lisboa, que tem já 20 anos de existência, constitui-se hoje como uma referência da formação pós graduada no panorama da Arqueologia em Portugal.

Em estreita correlação com a UNIARQ (Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa), o Mestrado em Arqueologia procura desenvolver competências na área da investigação, bem como a formação especializada na área da salvaguarda patrimonial, gestão e valorização de bens e sítios arqueológicos, divulgação e comunicação de património.

O Mestrado habilita os seus detentores à direção de trabalhos arqueológicos (de acordo com o novo Regulamento de Trabalhos Arqueológicos, DL 164 / 2014) em contextos muito diversos, tais como arqueologia empresarial, administração pública central e local e junto de empresas e indústrias criativas. O curso permite, ainda, prosseguir estudos de Doutoramento.

As candidaturas ao Mestrado em Arqueologia decorrem até dia 14 de Setembro