A FLUL vai à Escola: Madeira, Alentejo e Algarve

“Eu quero ser escritor”, é assim que nos aborda Paulo Coelho, o primeiro aluno que nos procura na Escola Secundária Jaime Moniz, no Funchal. A frequentar o 11.º ano e com uma ideia muito concreta do que pretende fazer profissionalmente, Paulo tenciona ingressar na Licenciatura de Estudos Portugueses da Faculdade de Letras da ULisboa (FLUL) e assim desenvolver uma carreira na área da literatura.

Entre os dias 30 e 31 de outubro, a Faculdade de Letras marcou presença em Feiras de Orientação Vocacional nas quatro maiores escolas secundárias da Ilha da Madeira no âmbito do Projeto Inspiring Future País, em que participa, este ano, pela primeira vez. A FLUL deu a conhecer a sua oferta formativa na Escola Secundária Jaime Moniz, na Escola Complementar APEL, na Escola Secundária Francisco Franco e, fora do Funchal, na Escola Secundária de Machico. Apesar do contato direto com alunos, em Feira e em Palestra acerca da oferta formativa, foi reforçado, ainda, o contacto com os Serviços de Orientação das escolas, estrutura fundamental na orientação e aconselhamento destes alunos em momento de transição para a Ensino Superior.

 

Até ao final de novembro a FLUL participará em mais quatro Feiras de Orientação agendadas no Alentejo, em Beja e Évora, nos dias 6 e 7 de novembro, e na última semana de novembro, entre os dias 27 e 29 de novembro, rumará ao Algarve, com apresentações marcadas para Faro, Silves, Loulé e Portimão.

 >> Veja o vídeo da Reportagem da RTP1 Madeira. 

 

Texto: Raquel Moreira, Núcleo de Imagem, Comunicação e Relações Externas- Divisão de Relações Externas 

Fotos: todos os direitos reservados 

1.º Encontro Antigos Alunos da FLUL

1 encontro alumni

1 encontro alumni banner

A Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL) promove o 1.º Encontro de Antigos Alunos da FLUL, a ter lugar  no próximo dia 7 de Dezembro de 2017, na FLUL, a partir das 18 horas.

Um final de tarde, e noite, de regresso dos Antigos Alunos à FLUL, em que terá a oportunidade de estar junto dos seus colegas e amigos, mas também dos Alumni que se formaram recentemente e de toda a comunidade académica.

Este será um momento de aproximação dos nossos Alumni à Academia, para recordar e reviver tempos que marcaram os seus trajetos!

Mais informações e inscrições »

Participação da FLUL no Encontro “Autoavaliação das Instituições de Ensino Superior, Partilha de Boas Práticas”

dscn6971O Instituto Português da Qualidade (IPQ) e o Grupo de Trabalho para a Qualidade no Ensino Superior da Comissão Sectorial para a Educação e Formação (GT2 - CS/11), com o apoio da Universidade de Aveiro, realizaram no dia 11 de Outubro de 2017, um Encontro subordinado ao tema “Autoavaliação das Instituições de Ensino Superior, Partilha de Boas Práticas”.

O encontro decorreu na Universidade de Aveiro e teve como objectivo promover uma reflexão em torno dos referenciais para os Sistemas Internos de Garantia da Qualidade nas Instituições de Ensino Superior. Tomando como ponto de partida o trabalho desenvolvido pelo GT2, durante o ano 2017, que consistiu na elaboração de uma grelha de auto-avaliação e identificação de boas práticas nas Instituições representadas no Grupo, contou com um programa organizado por painéis da seguinte forma:

· Política para a garantia da qualidade;

· Garantia da qualidade na gestão dos recursos e serviços de apoio;

· Garantia da qualidade nos processos nucleares da missão institucional;

· Gestão e publicitação da informação.

Com um programa ambicioso que incluiu a participação de colegas (docentes e técnicos) de instituições superior de todo o país, o dia foi marcado pela partilha de boas práticas seleccionadas de entre uma pool de actividades relevantes, de modo a ilustrar a diversidade e heterogeneidade presente no panorama do ensino superior português.

A Faculdade de Letras foi representada pela Dr.ª Valentina Oliveira, Coordenadora do GT2; pela Dr.ª Marisa Salvador, Coordenadora do Núcleo de Acreditação e Avaliação de Cursos e pela Dr.ª Denise Matos Moura, Coordenadora da Divisão de Relações Externas, que participou como oradora no painel sobre a  “Garantia da Qualidade nos processos nucleares da missão institucional”.

Parceria entre a Faculdade de Letras da ULisboa e Faculdade de Letras e de Ciências Humanas de Rabat

20170925 184041No passado dia 25 de Setembro, o Diretor da FLUL, Professor Doutor Paulo Farmhouse Alberto, deslocou-se a Rabat, em visita ao seu homólogo Professor Doutor Jamal Elhani, Diretor da Faculté des Lettres et des Sciences Humaines de Rabat (FLSHR). A visita destinou-se a preparar uma nova fase de colaboração entre a FLUL e a sua congénere marroquina, alargando o âmbito da cooperação já existente ao apoio à formação contínua dos docentes marroquinos da Licenciatura em Estudos Portugueses, à pós-graduação em geral e a doutoramentos em cotutela, em particular, assim como à investigação na área da História, concretamente sobre as relações Portugal-Marrocos.

No encontro, estiveram presentes dois Vice-Diretores da FLSHR e o coordenador local da Licenciatura, além da coordenadora da Licenciatura pela ULisboa, Professora Doutora Maria Antónia Mota, e do Diretor do Centro de História da FLUL, Professor Doutor Hermenegildo Fernandes. O Diretor da FLUL teve ainda ocasião de contactar com docentes e alunos da Licenciatura, existente naquela Faculdade desde 2009/2010, ao abrigo de um Protocolo celebrado entre a ULisboa, a Université Mohammed V de Rabat e o Camões, I.P., e para a implantação e o fortalecimento da qual tem concorrido um número importante de docentes da FLUL.

 

Edição: Divisão de Relações Externas

Biblioteca de Estudos Humanísticos organizada por Pina Martins integra acervo da Biblioteca da FLUL

bibliotecapinamartins protocolo 176

Raras edições de livros históricos da Biblioteca de Estudos Humanísticos organizada por José Vitorino de Pina Martins, investigador e académico de referência na área do conhecimento humanístico, farão parte do acervo da Biblioteca da Faculdade de Letras da ULisboa (FLUL).

Na sequência do Protocolo assinado entre o NOVO BANCO e a Faculdade de Letras, no passado dia 13 de Setembro, numa sessão que teve lugar na sala D. Pedro V da FLUL, o acervo completo desta excecional Biblioteca Humanística estará, em breve, disponível ao público e assim, ao serviço da sociedade. A sessão contou com a presença, entre outros convidados, do Ministro da Cultura, Dr. Luís Filipe de Castro Mendes, do Vice-Reitor da ULisboa, Professor Doutor António Feijó e do Administrador do NOVO BANCO, Dr. António Ramalho.

A propósito do Protocolo agora firmado, o Administrador do NOVO BANCO referiu que, este banco, “novo”, pela sua natureza, pretende, com este ato, ecoar no futuro, com um sentido maior e mais nobre, em respeito pelos seus “ativos”, desta feita, de relevância cultural. A Faculdade de Letras congratulou-se, nas  palavras do seu Diretor, Professor Paulo Farmhouse Alberto, pela receção do amplo acervo do antigo Professor da Faculdade de Letras.

 

O acervo bibliográfico da Biblioteca Humanística

bibliotecapinamartins protocolo 205

Trata-se de uma coleção de obras bibliográficas que abordam os temas do Humanismo do Renascimento, reunindo um conjunto de textos importantes formulados pelos grandes espíritos do pensamento humanista, como Dante Alighieri, Francesco Petrarca, Giovanni Pico della Mirandola, Angelo Poliziano, Marsílio Ficino, Erasmo de Roterdão e Thomas More. No domínio do humanismo português, destacam-se os temas ligados aos Descobrimentos, estando presentes textos de Luís de Camões, André de Resende, Damião de Góis, Luís António de Verney, Francisco de Sá de Miranda e Bernardim Ribeiro.

Integrando cerca de 1100 livros antigos, entre os quais nove incunábulos (livros impressos com tipos móveis, nos primeiros tempos da imprensa), a Biblioteca de Estudos Humanísticos reúne cerca de 90 obras impressas pelo humanista Aldo Manuzio e seus sucessores, 600 títulos impressos no século XVI, bem como alguns tesouros bibliográficos quer pela sua raridade, quer pela beleza da impressão e encadernações.

Texto: Raquel Moreira, FLUL - Divisão de Relações Externas

Sessão de Homenagem ao Professor Doutor Francisco Vieira de Almeida

A Faculdade de Letras da ULisboa homenageia a vida e obra do filósofo, pensador, poeta, romancista, crítico literário e ensaísta, Professor Doutor Francisco Vieira de Almeida, licenciado e doutor por esta Faculdade, preponderante filósofo, activo actor político na oposição ao Estado Novo e na luta pela Liberdade, pensador pioneiro, original e talentoso na fusão entre o pensamento filosófico, a criação artística, a psicologia e a história.

A cerimónia de homenagem decorrerá no Anfiteatro I da Faculdade de Letras, no próximo dia 19 de Setembro pelas 17h30 e contará com a ilustre presença de Sua Excelência o Senhor Presidente da República, Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa.

Nota biográfica |Vieira de Almeida (1888-1962)

Licenciado pela Faculdade de Letras de Lisboa, iniciou a actividade docente no ensino secundário. Doutorando-se em Filosofia, concorreu ao grupo de História (1915) e, em 1921, à secção de Filosofia da Faculdade em que se graduara, aí ascendendo à cátedra em 1930, onde virá a exercer fecundo magistério, até 1958. – […] –. O magistério filosófico de V. A., onde avultavam, a par de um cepticismo ontológico radical, indiscutíveis dons de exposição penetrante, de finura crítica, de invulgarmente amplos horizontes de cultura, ficará valendo, porventura, não tanto pela fundamentação e concepção sistemática de Filosofia, que o próprio A. recusava, mas pelas análises percutientes dos temas fundamentais desta, por ele abordados, e pelo permanente estímulo de uma atitude indagadora, medular do exercício filosófico, que a sua obra fielmente repercute e suscita.» Francisco da Gama Caeiro, “ALMEIDA (Francisco Lopes Vieira de)”, in Logos. Enciclopédia Luso-Brasileira de Filosofia, Volume 1, Lisboa, Editorial Verbo, cols.177-179. Autor de: Obra Filosófica de Vieira de Almeida, Volumes I-II, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 1986-1987. Homenagem a Vieira de Almeida: Nuno Nabais (Ed.), Vieira de Almeida (1888-1988). Colóquio do Centenário, Departamento de Filosofia, Faculdade de Letras de Lisboa – Fundação Calouste Gulbenkian, 1991.

Monárquico liberal, próximo de autores como Pequito Rebelo e Hipólito Raposo nos alvores da Primeira República, Vieira de Almeida está entre os fundadores da breve (apenas dois números) da Revista dos Homens Livres («livres das Finanças e livres dos Partidos»). Desenvolveu contactos com o grupo da Seara Nova, por intermédio de Câmara Reys, mesmo depois de António Sérgio se afastar da revista. Encontra-se ainda colaboração da sua autoria na Revista de História (1912-1928).

Opositor declarado do Estado Novo apoiou numerosas iniciativas de restauração da democracia, mantendo o seu posicionamento nas fases de maior repressão do regime. Seria também proponente da candidatura do general Humberto Delgado a Presidente da República.

A sua obra filosófica, em que avultam os trabalhos sobre Lógica, Estética, Epistemologia e História, encontra-se editada pela Fundação Calouste Gulbenkian, que a reuniu entre os anos de 1986 e 1988, com organização e apresentação de Joel Serrão e Rogério Fernandes. 

A 30 de Outubro de 1987, foi feito Grande-Oficial da Ordem da Liberdade a título póstumo.