Seminários 2019/2020

Mestrado

1.º semestre

 

Tópicos em Comparatismo 1, 12 ECTS – José Pedro Serra

Conflitos, Contradições, Aporias

1. Epopeia e anti-epopeia. Análise de excertos dos seguintes textos: Homero, Ilíada; Homero, Odisseia; Vergílio, Eneida; Camões, Lusíadas.

2. Categorias da tragédia: o trágico e o antitrágico. Análise dos seguintes textos: Ésquilo, As SuplicantesA oresteia; Sófocles, Electra; Séneca, Tiestes; Shakespeare, Hamlet; Racine, Phèdre; Beckett, En attendant Godot.

3. O Romance: Léon Tolstoi, Guerra e Paz (excertos); Leonardo Padura, El hombre que amaba a los perros (O homem que gostava de cães).

4. O discurso filosófico e religioso. Análise dos seguintes textos: Platão, República, 509d - 517c. (alegoria da linha e alegoria da caverna); Bíblia, Livro do Êxodo, Livro de Job Carta de S. Paulo aos romanos (excertos), Carta de S. Paulo aos Coríntios I e II (excertos), Evangelho S. João (excertos); S. João da Cruz, Subida del Monte Carmelo (excertos).

 
 
 

Tópicos em Comparatismo 2, 12 ECTS – Luísa Afonso Soares

Materialidades da memória na literatura, no cinema e na fotografia

Este seminário tem como objectivo analisar a representação das materialidades da memória na literatura, no cinema e na fotografia, nos respectivos contextos espácio-temporais. Considerar-se-ão as memórias inscritas nos objectos, nas paisagens, nos monumentos ou ruínas, nos quais de uma forma ou outra se inscrevem ou deles emanam emoções e afectos. Será dada relevância aos seguintes tópicos: Cultura material, memória e esquecimento; Dimensão afectiva dos meios e das práticas de memória; Corporização da violência e trauma; Cultura material, memória e emigração; Transmissão intergeracional da memória material; Objectos testemunhais/museológicos e ética. Será necessariamente adoptada uma perspectiva transnacional e transcultural, porque, como a humanidade, também os produtos e as práticas culturais viajam, atravessam ou diluem fronteiras.

 



2.º semestre

 

 

Tópicos em Comparatismo 3, 12 ECTS – Ângela Fernandes

Experimentar e conhecer: problemas artísticos

O seminário pretende explorar as noções de conhecimento e de experimentação a partir da análise comparada de representações artísticas que directamente convocam e discutem diferentes formas de conhecer e experimentar. Serão estudadas obras de arte em que se apresentam e problematizam diversos aspectos destas práticas, nomeadamente: o auto-conhecimento; o conhecimento do mundo natural e o “método científico”; as implicações éticas e os limites da experiência e da busca do saber; o conhecimento histórico e a memória colectiva; a arte como experimentação e como forma de acesso ao saber. Principais obras em estudo: La vida es sueño, de Pedro Calderón de la Barca; The island of Dr. Moreau, de H.G. Wells; narrativas breves de Ramón Gómez de la Serna e Jorge Luis Borges; Copenhagen, de Michael Frayn; os filmes Nostalgia de la luz El botón de nácar, de Patricio Guzmán. 

 

 

Estudos Inter-artes, 12 ECTS – Claudia Fischer

Música e Literatura sob o signo do Romantismo Alemão

No seu texto "Estados eróticos imediatos ou o erótico musical" S. Kierkegaard afirmava que, enquanto forma de comunicação conceptual, a linguagem verbal nunca conseguirá estar à altura da capacidade de expressão imediata inerente à música, constatando por isso uma grande dificuldade da linguagem em descrever e expressar o que acontece em música. Partindo de textos seminais do Romantismo Alemão, veremos como autores literários tentaram quebrar essa barreira. Investigaremos diferentes tipos de relação entre música e literatura, examinando como, no período em questão, convergiram, se influenciaram mutuamente e/ou proporcionaram a criação de novas formas, que, caracterizando o movimento em que se inserem, se propagaram também para além das suas fronteiras linguística e temporal. Os autores em que nos focaremos serão, entre outros, Novalis, Hoffmann, Tieck, Wackenroder, Goethe, Kleist, Schiller, Nietzsche. 

 

 

Seminário de Opção, 12 ECTS – Simão Valente

Literatura e Política do Modernismo Tardio

Este curso pretende examinar o entrecruzar da experimentação linguística modernista com os desenvolvimentos históricos e políticos das décadas de 20 e 30, abrangendo representações literárias desse período escritas ou publicadas em décadas posteriores. Privilegia-se na primeira metade do semestre o contexto italiano, tendo em conta o lugar especial que este ocupa no período em questão, o que incluirá compreender a herança decadentista. Num segundo momento olhar-se-á para um panorama mais vasto, que toque em desenvolvimentos em Portugal, França, e mais além no caso de Elias Canetti. A herança do romance de formação e da autobiografia ou discurso autobiográfico será uma companhia constante. Textos em estudo: Gabriele D’Annunzio, O Triunfo da Morte; Marinetti e o Futurismo; Alberto Moravia, O Conformista; Natalia Ginzburg, Léxico Familiar; Louis Ferdinand Céline, Viagem ao Fim da Noite; Jorge de Sena, Sinais de Fogo; Elias Canetti, A Língua Resgatada.

 

 

 

Doutoramento

1.º Semestre

Topics in Comparative Studies 1

Conspiracy: Theories and Practices – Helena Buescu

Topics in Comparative Studies 2

Memory and Space in Contemporary Literature – Fernanda Mota Alves

 

2.º Semestre

Topics in Comparative Studies 3

Gender Studies and Ecocriticism in the 21st century – Fernanda Gil Costa

Interarts Seminar

Storytelling and Non-Fiction in Comics/ Recording Life as Performative and Transformative Practice – Jan Baetens & Anneleen Masschelein (KULeuven)