Projeto coordenado por investigadora do UNIARQ em destaque no "Público"

O jornal "Público" destacou, ontem, o trabalho sobre o espólio documental do casal de arqueólogos alemães Georg e Vera Leisner, em desenvolvimento por uma equipa de arqueólogos e arquivistas coordenada pela Professora Ana Catarina Sousa, docente da Faculdade de Letras e investigadora integrada do UNIARQ, Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa.

Georg e Vera Leisner começaram a realizar investigação em Portugal a partir dos anos 20, e permaneceram no nosso país a partir de 1943, no auge da II Guerra Mundial. Dedicaram-se ao estudo dos monumentos megalíticos e ao seu levantamento no território português e no contexto da Península Ibérica, sendo o seu trabalho, ainda hoje, uma referência científica e um instrumento de pesquisa em estudos pós-graduados.

Entre outros objetivos, o projeto, criado em 2012 pela Direção-Geral do Património Cultural e Instituto Arqueológico Alemão com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, pretende divulgar o espólio destes arqueólogos, num conjunto de 49.500 documentos, bem como disponibilizá-lo online.

Leia, aqui, o artigo do jornal "Público".