Nota 20: Mariana Araújo obteve a mais alta classificação de entrada na Faculdade de Letras em 2021

A Faculdade de Letras é, todos os anos, a primeira escolha de muitos estudantes do ensino secundário, e para Mariana Carvalho Araújo também nunca existiram dúvidas: os 20 valores de média do ensino secundário davam-lhe o passaporte para entrar na licenciatura em Estudos Comparatistas.

mardest

marAos 17 anos, Mariana Araújo, a aluna que obteve a média de entrada mais alta na Faculdade de Letras em 2021, chega a Lisboa vinda do Colégio Luso Internacional de Braga - CLIB.

Já com um mês de aulas, Mariana conta que a licenciatura está a corresponder às altas expectativas que tinha, “porque este curso foi a primeira opção, não havia outra escolha possível”. Habituada a uma aprendizagem em língua inglesa, na Faculdade de Letras encontrou um ensino com o qual se identifica: “apesar de as turmas serem maiores, o método expositivo interessa-me bastante, e a disponibilidade dos professores tem sido total”. Cultura Clássica reúne, para já, a preferência desta aluna que fala cinco línguas – português, inglês, espanhol, francês e italiano –, às quais junta agora a língua russa na Faculdade de Letras.

Obter 20 valores de média no ensino secundário exigiu “método de estudo e aplicação total nas aulas”, explica Mariana Araújo, que não esquece que “o mérito é também dos professores”. Mas nem só de estudo se faz o seu dia, conseguindo conjugá-lo com música e desporto. O canto e equitação ocupam os dias da aluna que, agora em Lisboa, quer “retomar as aulas no Centro Hípico do Campo Grande”.

Com três anos de licenciatura pela frente, Mariana já pensa no futuro: “desde pequena que quero ser escritora e já tenho o manuscrito de um romance histórico: um microcosmos da minha família, dos meus antepassados, com o macrocosmos do Estado Novo”. “Sempre quis escrever, traduzir livros ou trabalhar numa editora”, conta esta aluna que gosta também de poesia.

Em 2021, a Faculdade de Letras voltou a ter 100% de vagas preenchidas no Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior. Às 920 vagas disponíveis candidataram-se este ano 5.578 estudantes. Em média foram seis os candidatos para cada vaga da Faculdade, um número que se mantém em relação à primeira fase do CNAES de 2020, e que sobe em relação a 2019 (cinco candidatos por vaga), de acordo com os dados publicados pela Direcção Geral do Ensino Superior (DGES).

Texto e Fotografia: Tiago Artilheiro (FLUL-DREI, Núcleo de Imagem e Comunicação)