A Faculdade

faculdadeA Faculdade de Letras, Unidade Orgânica da Universidade de Lisboa, herdeira do Curso Superior de Letras, é uma instituição do ensino superior que se dedica ao cultivo do saber na tradição das humanidades.

Fundada em 1911 a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa deu continuidade ao projecto do Curso Superior de Letras de Lisboa fundado em 1859 por D. Pedro V. Ao longo da sua história, e através de várias reformas curriculares, a Faculdade de Letras de Lisboa tem desenvolvido um vasto trabalho científico e pedagógico, centrado nas grandes áreas do saber da Filosofia, História, Línguas e Literaturas Clássicas (antiga Filologia Clássica), Línguas e Literaturas Modernas (outrora Filologias Românica e Germânica).

Mais recentemente novas licenciaturas foram criadas: Artes e Humanidades, Ciências da Cultura – Especialização em Comunicação e Cultura, Estudos Africanos, Estudos Artísticos – Artes do Espectáculo, Estudos Artísticos – Artes e Culturas Comparadas, Estudos Asiáticos, Estudos Europeus, Estudos Gerais e Tradução.

A Faculdade de Letras tem actualmente 237 professores doutorados dos quais 23 são catedráticos. Conta actualmente com 3854 alunos distribuídos pelos 3 ciclos de ensino. Recebe anualmente cerca de 700 alunos estrangeiros ao abrigo de programas de mobilidade e de Cursos intensivos de Língua Portuguesa e envia cerca de 120 alunos para estudar/estagiar um semestre ou um ano lectivo numa das nossas Universidades/Empresas parceiras, na Europa, América e Ásia.

A actual dinâmica de actuação da Instituição procura responder às solicitações do presente, criando novos cursos e investindo em cursos de Pós-Graduação, Mestrado e Doutoramento, bem como na ligação à comunidade.

Com o Processo de Bolonha, foi implementado o sistema de 3 ciclos de estudo: 1º ciclo (licenciatura), 2º ciclo (mestrado) e 3º ciclo (doutoramento). A FLUL apostou na reestruturação e criação de cursos que assegurem a empregabilidade, recebam certificação de qualidade e promovam a competitividade da oferta da FLUL no Espaço Europeu do Ensino Superior (EEES) e no mundo. Os cursos de 1º ciclo têm a duração normal de 6 semestres, cujo número de créditos, segundo o sistema europeu de transferência e acumulação de créditos, necessário à obtenção do grau é de 180 ECTS.

A FLUL pretende desenvolver um paradigma de formação superior centrada na aprendizagem e no estudo que promova, desde o primeiro ciclo, perfis e competências ligados à investigação e garanta desempenhos qualificados, capacidade de adaptação a novas situações e possibilidades de formação ao longo da vida.

Ao longo dos últimos cem anos muitos professores e alunos da Faculdade marcaram a vida intelectual da universidade e a vida pública portuguesa. Entre estes contam-se Ruben A., Simonetta Luz Afonso, António Franco Alexandre, Francisco Vieira de Almeida, Teresa Amado, Sophia de Mello Breyner Andresen, Manuel Antunes, Ana Bacalhau, Maria Isabel Barreno, José Leitão de Barros, Maria Barroso, Maria de Lourdes Belchior, Ruy Belo, José Mário Branco, Fiama Hasse Pais Brandão, Manuel Maria Carrilho, Ivo Castro, Mário Tavares Chicó, Hernâni Cidade, Luís Lindley Cintra, Luís Miguel Cintra, Manuel Clemente, António Borges Coelho, Eduardo Prado Coelho, Jacinto Prado Coelho, João Bénard da Costa, Maria Velho da Costa, Pedro Costa, Gastão Cruz, Mário Dionísio, Arnaldo Espírito Santo, R. M. Rosado Fernandes, José Medeiros Ferreira, Maria Aliete Galhoz, Jaime Gama, Sebastião da Gama, Jorge Gaspar, Fernando Gil, Luísa Costa Gomes, Teresa Patrício Gouveia, Manuel Gusmão, Ana Hatherly, Maria Teresa Horta, João Miguel Fernandes Jorge, Luiza Neto Jorge, Nuno Júdice, Adília Lopes, Óscar Lopes, M. S. Lourenço, Jorge Borges de Macedo, Joaquim Manuel Magalhães, A. H. de Oliveira Marques, Fernando Mascarenhas, José Mattoso, Jorge Silva Melo, Margarida Vieira Mendes, Maria Alberta Menéres, Jorge Molder, Maria Filomena Molder, Maria Filomena Mónica, Maria Helena Mira Mateus, Manuel Hermínio Monteiro, David Mourão-Ferreira, Vitorino Nemésio, Rui Vieira Nery, Luiz Pacheco, Irene Pimentel, Virgínia Rau, Orlando Ribeiro, Delfim Santos, Maria João Seixas, Maria Alzira Seixo, Mécia de Sena, Joaquim Veríssimo Serrão, Mário Soares, António José Saraiva, Cláudio Torres, Vasco Pulido Valente, Joana Morais Varela e Eugénia Vasques.