lanc premiovdaA Fundação Vasco Vieira de Almeida em parceria com a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL) lançaram no passado dia 13 de dezembro o Prémio Francisco Vieira de Almeida, um novo galardão na área da Humanidades que irá distinguir o melhor trabalho científico submetido por licenciados, mestres, doutorados ou investigadores pós-doutorados da FLUL.

O Prémio será atribuído de dois em dois anos e terá um valor de €20.000 aos quais acrescem €5.000 para apoio à publicação do trabalho vencedor, inédito, pela Imprensa da Universidade de Lisboa.


A sessão de lançamento do Prémio Vasco Vieira de Almeida que decorreu no Auditório da Fundação Vasco Vieira de Almeida, em Lisboa, contou com uma intervenção de abertura do sócio fundador da Fundação, Vasco Vieira de Almeida, que saudou a criação deste prémio e recordou algumas das palavras do seu pai, filósofo e eminente professor catedrático da FLUL: “56 anos depois da morte de Vieira de Almeida, o que nos diria hoje? Dir-nos-ia que nós não podemos ser neutros, temos de participar, temos de nos manifestar”.

A diretora executiva da Fundação Vasco Vieira de Almeida, Margarida Couto, salientou que o prémio agora instituído se inscreve no eixo da educação e do conhecimento, acrescentando, ainda, que este “permitirá a revelação de novos talentos na área das Humanidades”.

Miguel Tamen, Diretor da Faculdade de Letras, acentuou que “há uma dimensão no trabalho das Humanidades que não pode ser eliminada em centros de investigação, que é uma parte do nosso trabalho se passar em total isolamento”. O Diretor da FLUL saudou, também, a criação desta distinção, destacando o caráter de “extraordinário incentivo para as Humanidades” que este prémio representa.

A ligação entre a FLUL e a Fundação Vieira de Almeida está, também, traduzida na recente doação do espólio do Professor Francisco Vieira de Almeida à Biblioteca da Faculdade de Letras, actualmente dirigida pelo professor catedrático José Pedro Serra, também presente na sessão.

O Diretor da Biblioteca da FLUL evocou a memória do Professor Vieira de Almeida, “recordado na FLUL por uma geração que não foi sua discípula, sinal de uma extraordinária capacidade de influência”.

Para a Universidade de Lisboa, representada no lançamento pelo Vice-Reitor, e diretor da Imprensa Universidade de Lisboa, o professor catedrático António Feijó, “este prémio tem uma amplitude e generosidade que é a generosidade de Francisco Vieira de Almeida”.

Presentes na apresentação do prémio, que tem por objetivo honrar a memória e homenagear a vida e a vasta obra de Francisco Vieira de Almeida, estiveram os antigos Presidentes da República Portuguesa, António Ramalho Eanes e Jorge Sampaio, entre outras individualidades da academia, da cultura e da política portuguesas. O lançamento decorreu no dia em que a Fundação Vasco Vieira de Almeida celebrou dois anos de existência.

As candidaturas à primeira edição deste novo prémio na área das Humanidades decorrem até 31 de maio de 2020 e a divulgação dos resultados está prevista para 30 de outubro do mesmo ano. O regulamento será disponibilizado em breve.


Texto: Marisa Costa e Tiago Artilheiro (FLUL-DRE, Núcleo de Imagem, Comunicação e Relações Externas)
Fotos: Fundação Vasco Vieira de Almeida | Frame You Fotografia.